Literatura Fantástica



Este é um recanto onde podemos nos aventurar pelos caminhos da literatura de fantasia. Fale de seus livros prediletos, divulgue seus textos, divida notícias e fique sabendo sobre uma série de promoções. Se você gosta de uma boa história de ficção, este é o seu lugar!

Registre-se e se junte a nossa comunidade!

Tudo o que você precisa saber sobre literatura de fantasia. Muitas notícias, discussões e promoções. Participe!


    Produção narrativa

    Compartilhe
    avatar
    Isie Fernandes

    Mensagens : 516
    Data de inscrição : 04/03/2010
    Idade : 34
    Localização : Bahia

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Isie Fernandes em Sab Abr 17, 2010 12:34 am

    Hahaha... Realmente, também fico confusa, embora já compreenda um pouco mais. Acho que a questão do conto é simples: temos que lê-los - vários - e, depois, escrevê-los. Eu gosto de microcontos, eles cumprem, imediatamente, o que diz a frase: no romance o autor vence o leitor por pontos, no conto, o faz por nocaute... E é um nocaute quase instantâneo, nos primeiros segundos do único round... Smile

    Ah, seja bem-vindo! Eu ainda não o conhecia... lol!
    avatar
    Elton das Neves

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 15/04/2010
    Idade : 50
    Localização : BAIXADA SANTISTA

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Elton das Neves em Sab Abr 17, 2010 1:20 am

    Ah obrigado pelas boas vindas dirijidas á mim, bom, gostei de sua explicação, bem mais simples e clara. Eu tenho certeza que literatura de verdade é assim, simples e clara.
    avatar
    Isie Fernandes

    Mensagens : 516
    Data de inscrição : 04/03/2010
    Idade : 34
    Localização : Bahia

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Isie Fernandes em Sab Abr 17, 2010 1:30 am

    Só respondo simples porque também acho complicado... Laughing Seria injusto dizer da mesma forma que me confunde.
    O Leonardo postou um atalho com quatro contos super legais na página anterior. Vale a pena dar uma lida...

    PS. Dê uma conferida aqui: Antologia do Fórum e do Meu Blog

    Leonardo Schabbach
    Admin

    Mensagens : 879
    Data de inscrição : 20/02/2010
    Idade : 30
    Localização : Rio de Janeiro

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Leonardo Schabbach em Sab Abr 17, 2010 12:08 pm

    Não achei a resposta do Tiago complicada, não, na verdade sempre vi que o conto é isso mesmo que ele falou. Agora, sinceramente, na hora de escrever, você realmente não precisa se preocupar com isso. Escreva um texto e escreva um texto bom. Essas questões de se é um conto, crônica, prosa poética ou o que seja fica para os críticos literários e os acadêmicos (e eu embora faça parte da academia, tenho uma raiva de muitos membros de lá, e da crítica, hehe; mas isso é conversa pra outra hora).


    _________________
    Confira o Na Ponta dos Lápis: meu blog com tudo sobre literatura.

    E leia também o projeto O Legado, uma história de fantasia.
    avatar
    Elton das Neves

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 15/04/2010
    Idade : 50
    Localização : BAIXADA SANTISTA

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Elton das Neves em Sab Abr 17, 2010 5:53 pm

    Nada contra o Tiago ou a maneira que ele tentou explicar sobre oque é um conto. Até porque ele usou as palavras e o parecer de outros escritores e literatas sobre o assunto. Agora vc disse que o conto é oque ele expôs, mas oque realmente ele expôs mesmo?Oque quero dizer é que até hoje nunca achei ninguém que trabalhasse com teoria literária que usasse uma linguagem acessivel para explaná-la. Mas tudo bem,como eu disse Leonardo talvez o problema esteja em mim, no meu curto nivel intelectual de compreenção. Sabe isso me faz lembrar um pouco a pintura abstrata, fica todo mundo em redor de um quadro, fazendo cara que entenderem a pintura, sendo que no fundo não entenderam bulufas, mas ficam lá com suas caras de bunda, sem coragem suficiente de dizer:- Eu não entendi nada!-, mas fico grato ao Tiago que é gente da melhor qualidade que ao menos tenta nos ajudar á entender um pouco sobre este assunto fascinante como é a literatura. Espero não ter sido mal interpretado. Aliás aguardo você e o Tiagão para lerem e comentarem meu conto em capitulos, da série Contos de Salém, a Malévola. Um abraço literário e poético apertado á todos vocês.
    -------------
    visitem o blog literário do anjo das letras: [url=http://eltondasneves.blogspot.com/]http://eltondasneves.blogspot.com[/url]
    avatar
    Isie Fernandes

    Mensagens : 516
    Data de inscrição : 04/03/2010
    Idade : 34
    Localização : Bahia

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Isie Fernandes em Sab Abr 17, 2010 6:40 pm

    Elton e Léo,

    eu entendo o que ambos dizem, mas posso ficar em cima do muro, entre os dois... Realmente, Tiago disso a coisa certa, até falei que já tinha lido tudo aquilo, porém, entender assim de cara não é fácil. Por isso afirmei que, para compreender de verdade, é preciso ler muitos contos, e de estilos diferentes, e depois começar a escrever. Crônica e conto já não são um nó na minha cabeça. Agora, saber se escrevo mesmo um conto, é diferente. Gosto do que Mário de Andrade disse: "conto é tudo aquilo que chamo de conto"; seria bom se fosse mesmo desse jeito.

    Leonardo Schabbach
    Admin

    Mensagens : 879
    Data de inscrição : 20/02/2010
    Idade : 30
    Localização : Rio de Janeiro

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Leonardo Schabbach em Sab Abr 17, 2010 7:28 pm

    Eu tenho a mesma visão. Se o escritor for um bom escritor, deixo que ele classifique a obra dele, oras... =)


    _________________
    Confira o Na Ponta dos Lápis: meu blog com tudo sobre literatura.

    E leia também o projeto O Legado, uma história de fantasia.
    avatar
    Elton das Neves

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 15/04/2010
    Idade : 50
    Localização : BAIXADA SANTISTA

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Elton das Neves em Sab Abr 17, 2010 7:44 pm

    Isie, concordo contigo, é pela leitura e exercicio da escrita que vamos chegar a uma compreenção legal do que seria um conto. Concordo com o Léo também quando ele nos diz de forma sábia, que devemos deixar á critério dos acadêmicos e criticos literários a classificação para tais gêneros da escrita criativa. Como o inigualável e lendário Oscar Wilde um dia disse:- Não existem livros imorais ou licitos, oque existe são livros bem ou mau escritos. Assim Isie, penso á respeito de todo tipo de texto, oque importa é escrever bem um. Agora sua classificação deixemos para quem entende disso. Beijos poéticos para ti, e ah bela, passe lá no meu conto e dê uma lidinha nele, e deixe lá seus comentário,ok?Inté.
    --------
    Leia o blog literário do Anjo das Letras: http://eltondasneves.blogspot.com
    avatar
    Isie Fernandes

    Mensagens : 516
    Data de inscrição : 04/03/2010
    Idade : 34
    Localização : Bahia

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Isie Fernandes em Sab Abr 17, 2010 8:05 pm

    Claro, vou passar, mesmo sendo terror... affraid

    Às 8h10: Fui ao teu blog e vi que você fez aniversário por esses dias... Parabéns! Antes atrasado do que nunca... lol!

    Ah, amei o vídeo do concerto... Tenho uma personagem que é violinista, isso me fez apaixonar pelas orquestras. Simplesmente, lindo... Perfeito!

    Tiago Lobo

    Mensagens : 32
    Data de inscrição : 25/03/2010

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Tiago Lobo em Sab Maio 08, 2010 1:43 am

    "Gosto do que Mário de Andrade
    disse: "conto é tudo aquilo que chamo de conto"; seria bom se fosse
    mesmo desse jeito".

    Eu respeito as opiniões alheias, mas ele está bem errado. Eu posso chamar o meu fusca de ferrari, no entanto ele não será uma ferrari.

    O detalhe é que não adianta, se quer estudar literatura, precisa trabalhar com conceitos, etimologia, e textos mais "eruditos" com uma carga de filosofia.
    Conceituar conto é simples (não confunda com *fácil*): narrativa curta, intensa, breve e concisa.

    Agora, entender o que é um conto é mais complicado, exige estudo, leitura, análise e teoria.

    O que eu postei foram algumas citações para a compreensão da *teoria de conto*, com base em estudos e postulados de diversos teóricos e estudiosos.

    A maioria dos grandes escritores é unânime em afirmar: conto é o gênero da prosa mais difícil de se desenvolver e dominar. Inclusive a L&PM fez uma entrevista em sua Web TV com o Moacyr Scliar onde ele diz algo muito parecido "meu gênero preferido é o conto, pela dificuldade do gênero".

    Elton, me desculpa o termo, mas tem certas coisas que me parecem ignorância da tua parte. Não no sentido pejorativo da palavra, mas no sentido de desconhecimento.

    "Sabe isso me faz lembrar um pouco a pintura abstrata, fica todo mundo
    em redor de um quadro, fazendo cara que entenderem a pintura, sendo que
    no fundo não entenderam bulufas, mas ficam lá com suas caras de bunda,
    sem coragem suficiente de dizer".

    A pintura abstrata, como qualquer arte, possui regras. Até existem pessoas que simulam conhecer/entender arte abstrata, bem como realista, barroca e etc. Mas o detalhe é que existe muito estudo acerca da área e pessoas que realmente entendem do assunto (não é o meu caso). Não é pelo fato de que eu não entendo nada de arte abstrata que vou julgar que as pessoas ao meu redor, com suas opiniões, também não entendam.

    E eu aconselho que leia de novo as coisas que eu postei sobre contos, pois acho improvável que se leia as citações e não se consiga tirar nenhum proveito.

    Eu acho que esse posicionamento de "deixemos classificações para críticos e teóricos" totalmente contraditório para quem quer ser escritor.
    Quando deixamos um carro em uma oficina mecânica, esperamos que o mecânico realmente entenda do assunto e conserte o carro. Por lógica, quando vamos ler o texto de um autor, esperamos que ele realmente entenda de literatura, nem que seja o gênero da prosa o qual ele se propõe, e domine técnicas narrativas, linguagem e ortografia. É o básico. Se um autor quer ser profissional na área, ele precisa estudar. Mas essa é a minha opinião.

    Abraços.
    avatar
    Isie Fernandes

    Mensagens : 516
    Data de inscrição : 04/03/2010
    Idade : 34
    Localização : Bahia

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Isie Fernandes em Sab Maio 08, 2010 2:49 am

    Bom, Tiago, como de tudo na vida a gente deve reter o que é melhor, vou ficar com suas dicas de editor - aquilo a que já me proponho: estudar e me aperfeiçoar.

    Realmente gosto daquela citação: "conto é tudo aquilo que chamo de conto". Não é por estar desinteressada na questão - que, aliás, já nem me perturba -, mas porque acho um posicionamento muito intrépido e desejo chegar a esse ponto, ter a mesma segurança e capacidade.


    Aguardo pelas suas postagens! Wink

    Isie.
    avatar
    Elton das Neves

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 15/04/2010
    Idade : 50
    Localização : BAIXADA SANTISTA

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Elton das Neves em Sab Maio 08, 2010 9:00 am

    Como disse á vc Tiago eu respeito a sua opinião, mas eu lançaria até um desafio entre as pessoas que leram as teorias que vc aqui postou,-(e não estou falando das figuras carimbadas que sempre respondem a esse tópico)-, e gostaria que elas colocassem oque realmente entenderam daquilo que foi publicado por vc. Quando eu disse que classificações e teorias deveriam ser deixado para os teóricos, não quis dizer que o escritor não deva ser um profundo estudioso da escrita e seus gêneros e sub-gêneros, mas que todo este blá blá blá dificil e complicado deve ser deixado para eles,acho que as pessoas hoje querem que falemos e escrevamos teoria literária usando uma linguagem que as atinja, e não que as confunda mais ainda. Enquanto ao fato de me achares ignorante no que coloquei sobre arte abstrata, bem,concordo contigo que não é porque eu não entendo é que acharei que os outros ao meu redor não entendam. Mas o exemplo que coloquei é clássico e real no que concerne á este tipo de situação da pintura abstrata. São poucos meu caro que entendem deste assunto,muitos vão á uma exposição porque foram convidados por fulano e levados por ciclano á qual namora, sendo que é ciclano que adora este tipo de arte e não ele. Acho que vc ficou um pouco com seu orgulho ferido, infelizmente as pessoas na literatura aqui no Brasil não aceitam serem contestadas, daí a saida é chamar o outro de ignorante. Além de destorcer de forma proposital o sentido daquilo que foi dito pelo acusado de ignorância. Mas seu Tiago,pode ficar sossegado, não vou levar mais essa discussão inútil adiante, não nos conhecemos, seria ridiculo de nossa parte criarmos uma inimizade sem sabermos quem o outro é realmente. Para terminar,em nenhum momento eu disse que o que vc escreveu não serviu para alguém,com certeza foi de bom proveito para uns, mas para outros talvez não. Se nem Jesus conseguiu se fazer entender por todos, teria o senhor essa pretensão?Está certo que quem não entende o senhor como eu, é um ignorante, mas o que seria de doutores da lei como o senhor se não fosse os ignorantes como eu?Engraçado...muitos que me lêem dizem que sou bastante inteligente, acho que esta gente deve estar me enganando!Bom pode responder este post, prometo que não lhe replicarei, afinal a ulima palavra tem que ser do senhor, não é mesmo?Abraços literários.

    Tiago Lobo

    Mensagens : 32
    Data de inscrição : 25/03/2010

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Tiago Lobo em Sab Maio 08, 2010 11:16 am

    Elton, quem não me entendeu foi tu. Ainda deixei claro: ignorância no sentido de desconhecimento, não de forma pejorativa. E sim, te acho ignorante, nesse sentido, sobre algumas opiniões tuas. Assim como sou ignorante em relação a arte abstrata. Entendeu, agora?

    "Quando eu disse que classificações e teorias deveriam ser
    deixado para os teóricos, não quis dizer que o escritor não deva ser um
    profundo estudioso da escrita e seus gêneros e sub-gêneros, mas que
    todo este blá blá blá dificil e complicado deve ser deixado para eles (...)".


    Mas aqui tu te contradiz, ou não te entendi. Tu admite que um escritor deve estudar, mas logo em seguida diz que a teoria deve ser deixada para outros profissionais. Se for essa tua opinião, não concordo nem um pouco. Até pelo fato de ver autores novos com potencial retraído por falta de estudo.

    "(...)acho que as pessoas hoje querem que falemos e escrevamos teoria
    literária usando uma linguagem que as atinja, e não que as confunda
    mais ainda. "

    Nisso eu concordo contigo. Mas tem um porém: não é sempre que vamos encontrar as coisas mastigadas por aí. Eu poderia fazer um artigo, sintetizando e simplificando a teoria de conto do Poe, por exemplo, mas não tenho tempo pra isso. Pelo menos não no momento.

    "Enquanto ao fato de me achares ignorante no que coloquei sobre
    arte abstrata, bem,concordo contigo que não é porque eu não entendo é
    que acharei que os outros ao meu redor não entendam. Mas o exemplo que
    coloquei é clássico e real no que concerne á este tipo de situação da
    pintura abstrata. São poucos meu caro que entendem deste assunto,muitos
    vão á uma exposição porque foram convidados por fulano e levados por
    ciclano á qual namora, sendo que é ciclano que adora este tipo de arte
    e não ele."

    Mas se tu concorda comigo e continua pensando assim, nós não concordamos. Ficou esquisita essa tua resposta.

    "Acho que vc ficou um pouco com seu orgulho ferido, infelizmente
    as pessoas na literatura aqui no Brasil não aceitam serem contestadas,
    daí a saida é chamar o outro de ignorante. Além de destorcer de forma
    proposital o sentido daquilo que foi dito pelo acusado de ignorância.
    Mas seu Tiago,pode ficar sossegado, não vou levar mais essa discussão
    inútil adiante, não nos conhecemos, seria ridiculo de nossa parte
    criarmos uma inimizade sem sabermos quem o outro é realmente."

    Achou errado, bem errado na verdade. Eu não sou o tipo de pessoa que acredita em verdades absolutas tanto que acabei meu post com "Mas essa é a minha opinião".
    E se tu te sentiu ofendido por eu te chamar de ignorante, desculpe. Mas dê uma olhada na definição de ignorância que tu vai ver que é sinônimo de desconhecimento, como eu expliquei pra não ter esse tipo de erro de interpretação. E realmente, eu destorci o que tu disse de forma opinativa, mas não distorci, como me parece ser a intenção da tua afirmação. Posso ter interpretado mal alguma opinião que tua, mas não distorcer (quando se presume má fé).

    "Para terminar,em nenhum momento eu disse que o que vc escreveu
    não serviu para alguém,com certeza foi de bom proveito para uns, mas
    para outros talvez não."

    Exato, eu não sou nem autor desse material, por que raios (mesmo que fosse) eu acharia ruim alguém não o entender? Só perde quem não entende.

    Mas aqui tu interpretou completamente errado o que eu postei. Veja "E eu aconselho que leia de novo as coisas que eu postei sobre contos,
    pois acho improvável que se leia as citações e não se consiga tirar
    nenhum proveito.". Isso foi diretamente pra ti. É o mesmo que dizer: cara, dá uma segunda lida, acho improvável (pra não dizer impossível) que tu não tenhas entendido nada.

    Elton, eu participo de fórum vez ou outra, troco experiências com o pessoal e não sou doutor nenhum. Tampouco te contestei, ou ofendi, a tua inteligência. E com essa tua política de "assim não brinco mais" tu que te mostra como "dono da última palavra". O que eu acho uma tremenda bobagem. Eu tenho a minha opinião, tu tem a tua. Se eu não concordo contigo eu estou em um fórum público com direito de expor isso e vice-versa. E essa mania de internet de ficar dando alfinetadas nos outros e sendo irônico me parece extremamente infantil. Mas é bem comum no meio, infelizmente.

    Abraços.
    avatar
    Isie Fernandes

    Mensagens : 516
    Data de inscrição : 04/03/2010
    Idade : 34
    Localização : Bahia

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Isie Fernandes em Sab Maio 08, 2010 11:27 am

    Olá, caros Tiago e Elton!

    Vou fazer a diplomacia...

    Primeiro: Tiago, reconheço que a "teoria de conto" pode mesmo parecer complicada a quem não tem um prévio conhecimento do assunto. Mas na verdade a coisa é simples.
    Segundo: Elton, o segredo é único e eu já disse: ler muitos contos dos mestres e começar a praticar.

    Arrow Não estamos aqui para agradar uns aos outros, contudo, para trocar experiências.

    E, figurinha Tiago, tu sabe que admiro demais, cara... (rsrsr) Vou te irritar? Em minha opinião, a Ferrari do Mário de Andrade jamais será fusquinha, isso é coisa para mim - por enquanto... lol!

    Leonardo Schabbach
    Admin

    Mensagens : 879
    Data de inscrição : 20/02/2010
    Idade : 30
    Localização : Rio de Janeiro

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Leonardo Schabbach em Sab Maio 08, 2010 12:39 pm

    Sinceramente, eu acho importante que os autores saibam a teoria toda, até para saberem transgredir. Mas a preocupação com classificação e etc... e etc... é para os críticos mesmo. Maioria dos autores sabe o que faz, mas não se importa muito em como será recebido. Se o autor ficar preocupado demais com isso, corre o risco de castrar sua criatividade (afinal, pensará, "uhm... melhor não fazer isso por causa disso, disso e disso", e acaba se enrolando).

    Além disso, exigir que todo autor saiba sobre essas coisas é completamente absurdo. Temos vários exemplos durante toda a história de grandes escritores e poetas que não sabiam destas coisas; alguns poetas, por exemplo, mal sabiam escrever, ditavam. Só porque conhecer a teoria pode ser uma coisa importante, não devemos imaginar que seja absolutamente necessária. E quando falo para "deixar para os críticos" essas classificações, é isso mesmo; o autor tem que se preocupar em fazer uma obra que o agrade, que alcance os objetivos que ele quer, e não necessariamente o da crítica, o que não significa que eles não saibam o que estão fazendo. Quantos autores não foram apedrejados por uma crítica literária e amados depois?


    _________________
    Confira o Na Ponta dos Lápis: meu blog com tudo sobre literatura.

    E leia também o projeto O Legado, uma história de fantasia.

    Tiago Lobo

    Mensagens : 32
    Data de inscrição : 25/03/2010

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Tiago Lobo em Sab Maio 08, 2010 1:19 pm

    Opa Isie, não me irrita não. Tua opinião e eu respeito. Talvez sabendo o contexto que levou o Mário de Andrade a dizer isso eu até mude de opinião e concorde com ele.

    Leonardo, eu discordo. Acho que certas coisas são mesmo conteúdo de meio acadêmico, no entanto um autor que não sabe a diferença entre os gêneros da prosa é a mesma coisa que um mecânico de automóveis que não sabe o que é um motor. Claro que eu não penso que todo autor precisa saber a fundo tudo sobre todas as teorias literárias que existem. Isso é absurdo. Agora, uma noção mínima sobre os gêneros que ele se propõe a abordar é extremamente necessário.

    E temos mesmo vários exemplos de grandes autores que não sabiam muita coisa acerca de teoria, mas eles eram de épocas onde a informação não estava aí, na tela do computador de cada um. E além disso, a grande maioria desses autores eram gênios da literatura que definiram conceitos, e alguns até escreveram teorias, quando na época isso inexistia.

    E o detalhe não é estudar literatura pra agradar críticos, pelo contrário, é pra se aprimorar e dominar o que se propõe a fazer. O autor escreve para os leitores.

    Leonardo Schabbach
    Admin

    Mensagens : 879
    Data de inscrição : 20/02/2010
    Idade : 30
    Localização : Rio de Janeiro

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Leonardo Schabbach em Sab Maio 08, 2010 2:10 pm

    Sim, concordamos no ponto de que o estudo é bom e não serve para agradar aos críticos. Mas continuo a discordar quanto a sua absoluta necessidade. Só porque a informação está ai, temos acesso a essas teorias, não significa que, apenas por isso, os autores devam saber. Até porque, eu e você temos acesso, muitas outras pessoas, de condições menos avantajadas, não têm, o que não as impede de produzir um texto genial, como bem lembramos aqui.

    Estamos numa era da informação, mas as pessoas tendem a generalizar achando que todos tem acesso a ela. Isso não é verdade, é uma impressão ilusória que temos. Tem muita gente por ai, em muitos cantos por ai, que não tem acesso a todas essas informações e podem sim ser grandes poetas e escritores. Só porque não tiveram o contato com a teoria isso significa que não podem escrever bem? Isso é um absurdo, como disse, é o mesmo que dizer que o ato de saber a teoria literária precede o fazer literário, o que é completamente ilógico. Você pode nunca ter tido uma aula de literatura e produzir um texto grandioso, sabendo ou não o que ele é e onde ele se encaixa; que gênero de poema é ou não. Saber a teoria não precede o bom texto, escrever é o simples ato de escrever. Alguém pode produzir um excelente conto sem saber se aquilo é exatamente um conto ou não.

    É claro que quem tem de fato o acesso a informação e conhece todas essas coisas terá uma maior possibilidade de produzir um texto de qualidade; por isso, continuo a dizer que ter o conhecimento dessas coisas é importante. Agora, isso não significa dizer que quem não tem não possa também ser um grande escritor, como vimos nos casos dos gênios de antigamente. Eram gênios? Tudo bem, mas acontece; nem sempre o saber teórico é absolutamente necessário a escrita. Ele só ajuda, só torna maiores as possibilidades do escritor de produzir algo excelente e consciente. Ou, em alguns casos, diminui, porque já vi o excesso de informações teóricas bloquearam excelentes teóricos de comunicação e escritores.


    _________________
    Confira o Na Ponta dos Lápis: meu blog com tudo sobre literatura.

    E leia também o projeto O Legado, uma história de fantasia.
    avatar
    Elton das Neves

    Mensagens : 12
    Data de inscrição : 15/04/2010
    Idade : 50
    Localização : BAIXADA SANTISTA

    teoria literária sobre conto!

    Mensagem por Elton das Neves em Sab Maio 08, 2010 3:32 pm

    Tiago, não acho bacana dois caras como nós que amamos literatura ficarmos on line nos desgastando á toa, então "o eu não brinco mais", na verdade é "o eu não quero discutir mais". Eu em nenhum momento me contradisse quando afirmei que nós escritores devemos estudar teoria literária prática e com uma linguagem simples, didática e clara para todo mundo entender. E deixar o palavriado dificil,teorias quilométricas, as voltas e mais voltas para explicar o que não se consegue explicar, para os teóricos e doutores pretensos da literatura. Até porque quem faz literatura somos nós, aqueles que criam e escrevem, não os teóricos. Não sou um ignorante meu rapaz,sou sim um apaixonado por essa arte de escrita que chamam de literatura. Posso ter pegado pesado contigo e acredito que fui até injusto com a sua pessoa, se assim procedi, te peço desculpas. As vezes me excedo por pura paixão, quando o assunto é literatura. Não sou contra estudar teoria literária, sou sim contra o modo com que ela é ensinada. Abraços literários. PS: Se quiser responder essa, responda, eu encerro essa nosso debate por aqui.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Produção narrativa

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Out 22, 2017 9:30 pm